13/04/2014


Imagem de Buda - Mudra (posição das mãos) do ensinamento
Ó mente minha! Se pudesses aprender que tudo é não-substancial e transitório; se pudesses aprender a não te apegares às coisas, por elas não ansiares, a não dares vazão à cobiça, ira e tolice, então poderemos caminhar em paz. Se rompermos os grilhões dos desejos com a espada da sabedoria, se não nos abalarmos com as mutáveis circunstâncias da vida, com a vantagem ou a desvantagem, com o bem ou o mal, com a perda ou o lucro, com o louvor ou o abuso, então poderemos viver em paz. ( A Doutrina de Buda - Bukkyo Dendo Kyokai - Editora Martin Claret)

Um comentário:

Cristiane Marino disse...

Oi Helen,

Esse parágrafo exige uma vida inteira de dedicação e disciplina…
Bjs e ótima semana