12/02/2017

arte de Tsuyoshi Tane - ver mais em http://mymodernmet.com/citizen-light-is-time

Sathya Sai Baba faleceu no dia 24 de Abril de 2011, aos 84 anos de idade.
Na verdade este planeta está sempre mudando a sua vibração, e estas mudanças intensificaram-se desde 1898, levando a um período de 20 anos de alterações dos pólos magnéticos que não ocorriam há milhares de anos. Quando ocorre uma mudança do magnetismo da terra, surge também uma mudança de consciência, assim como uma adaptação física à nova vibração. Estas alterações não acontecem apenas no nosso planeta, mas em todo o universo, como a ciência atual tem comprovado (...).
Esta alteração magnética se manifesta como um aumento da luz, um aumento da vibração planetária.
Para entender mais facilmente esta questão, é preciso saber que a vibração planetária é afetada e intensificada pela consciência de todos os seres humanos. Cada pensamento, cada emoção, cada ser que desperta para a consciência de Deus, eleva a vibração do planeta.
Isto pode parecer um paradoxo, uma vez que vemos muito ódio e miséria ao nosso redor, mas é assim mesmo.
Venho dizendo em mensagens anteriores que cada um escolhe onde colocar a sua atenção. Só vê a escuridão aqueles que estão focados no drama, na dor, e na injustiça. Aquele que não consegue ver o avanço espiritual da humanidade, não tem colocado a sua atenção nesse aspecto.
Porém se liberar sua mente do negativo, abrirá um espaço onde sua essência divina pode manifestar-se, e isto certamente trará o foco para o que ocorre de fato neste momento com o planeta e a humanidade.
“Estamos elevando a nossa consciência como jamais o fizemos”.
P : Mas como? Não percebe a escuridão?
R: Sim a vejo, mas não me identifico com ela, não a temo. Como posso temer a escuridão se vejo a luz tão claramente? Claro que entendo aqueles que a temem, porque também fiquei parado nesse lugar onde apenas via o mal. E por esta razão sinto amor por tudo.
A escuridão não é uma força que obriga a viver com mais ruindade ou com mais ódio. Não é uma força que se opõe à luz. É ausência da luz.
Não é possível invadir a luz com a escuridão, porque não é assim que o principio da luz funciona. O medo, o drama, a injustiça, o ódio, a infelicidade, só existem em estados de penumbra, porque não podemos ver o contexto total da nossa vida. A única forma de ver a partir da luz é por meio da fé. Assim que aumentamos a nossa freqüência vibracional (estado de consciência), podemos olhar para a escuridão e entender plenamente o que vivemos.
P : Mas como pode afirmar tudo isso, se no mundo existe cada vez mais maldade?
R: Não há mais maldade, o que há é mais luz, e é sobre isso que falo agora.
Imagine que você tem um quarto, ou uma despensa, onde guarda suas coisas, iluminado por uma lâmpada de 40W. Se trocar para uma lâmpada de 100W, verá desordem e um tipo de sujeira que você nem imaginava que havia no local.
A sociedade está mais iluminada. Isto é o que está acontecendo. E isto faz com que muitas pessoas que lêem estas afirmações as considerem loucura.
Percebeu que hoje em dia as mentiras e ilusões são percebidas cada vez mais rapidamente? Bom, também está mais rápido alcançar o entendimento de Deus e compreender a forma como a vida se organiza.
A nova vibração do planeta tem tornado as pessoas nervosas, depressivas e doentes. Isto porque, para poder receber mais luz, as pessoas precisam mudar física e mentalmente. Devem organizar seus quartos de despejo, porque sua consciência cada dia receberá mais luz.
E por mais que desejem evitar, precisarão arregaçar as mangas e começar a limpeza, ou terão que viver no meio da sujeira.
Esta mudança provoca dores físicas nos ossos, que os médicos não conseguem resolver, já que não vêem uma doença que possa ser diagnosticada. Dirão que é causado pelo estresse. Porém isto não é real. São apenas emoções negativas acumuladas, medos e angústias, todo o pó e sujeira de anos que agora está sendo visto para ser limpo.
Algumas noites as pessoas acordarão e não conseguirão dormir por algum tempo. Não se preocupem. Leiam um livro, meditem, assistam TV. Não imaginem que algo errado ocorre. Você apenas está assimilando a nova vibração planetária. No dia seguinte seu sono ficará normal, e não sentirá falta de dormir.
Se não entender este processo, pode ser que as dores se tornem mais intensas e você acabe com um diagnóstico de fibromialgia, um nome que a medicina deu para o tipo de dores que não tem causa visível. Para isto não existe tratamento específico - apenas antidepressivos, que farão com que você perca a oportunidade de mudar sua vida.
Uma vez mais, cada um de nós precisa escolher que tipo de realidade deseja experimentar, porém sabendo que desta vez os dramas serão sentidos com mais intensidade; assim como o amor. Quando aumentamos a intensidade da luz, também aumentamos a intensidade da escuridão, o que explica o aumento de violência irracional nos últimos anos.
Estamos vivendo a melhor época da humanidade desde todos os tempos.
Seremos testemunhas e agentes da maior transformação de consciência jamais imaginada.
Informe-se, desperte sua vontade de conhecer estas questões.
A ciência sabe que algo está acontecendo, você sabe que algo está acontecendo. Seja um participante ativo.
(SATHYA SAI BABA)

10/02/2017


A gentileza constante consegue muitas coisas. Assim como o sol derrete o gelo, a gentileza faz evaporar mal-entendidos, desconfianças e hostilidades.  (Albert Schweitzer)

19/11/2016

arte de Zayasaikhan Sambuu

Pessoas com boa autoestima não querem ser superiores às outras pessoas; elas não buscam provar seu valor medindo-se por padrões comparativos. Sua satisfação é serem quem são, e não melhores do que os outros. (Nathaniel Branden)

31/10/2016

arte de Fiona Owen

Que o caminho se apresente à tua frente;  
Que o vento sopre levemente em teus ombros; 
Que o sol brilhe morno e suave em tua face; 
Que a chuva caia de mansinho em teus campos. 
E, até que nos encontremos novamente, 
Que os deuses te guardem nas palmas de suas mãos.
(Bênção Celta)

27/10/2016

arte de Bobby Neal Adams (Age Maps)

Se você olhar nos olhos do jovem, verá chama. Se olhar nos olhos do velho, verá luz. (Victor Hugo) 

24/09/2016

arte de Joan Miró
Para mudar a forma como lidamos com a pressão, precisamos ter uma perspectiva diferente da vida. 
Mudando a forma como encaramos a situação, podemos chegar ao ponto em que nossos sentimentos também se transformam.
O primeiro entendimento é que não estamos neste mundo simplesmente para ter uma vida tranquila.
Não estamos aqui para ser boas pessoas e curtir.
Estamos aqui para evoluir.
Esta perspectiva que envolve a alma e uma compreensão do propósito espiritual da vida é fundamental para lidarmos melhor com o estresse.
Sendo que estamos aqui para evoluir, não podemos nos contentar com o nível no qual nos encontramos atualmente.
O objetivo é a elevação para níveis cada vez mais altos.
Sendo assim, imagine que uma fábrica chegou ao máximo de produtividade, mas que a demanda continua aumentando.
O dono da fábrica precisa investir num maquinário mais pesado para produzir mais, e assim lucrar mais.
Mas os engenheiros dizem que o piso da fábrica atual não suportará o novo maquinário.
Este empresário agora tem duas opções: pode desistir e se contentar com a produtividade atual ou pode fazer uma obra para fortalecer o piso.
A segunda opção é obviamente a mais satisfatória.
Todos querem crescer.
O crescimento envolve um desconforto, uma obra, talvez até alguns meses de produtividade menor para acomodar a transformação.
Mas depois o lucro aumentará.
Isto é, a pressão nos leva ao crescimento.
Em vez de reclamar do estresse, entenda que a vida está querendo levar você ao próximo nível.
Não se revolte contra os acontecimentos.
Aceite os desafios e flua junto com eles, sabendo que sairá fortalecido.
Se você não aproveita a pressão como oportunidade de crescimento, ela pode virar depressão.
Depressão é quando não há mais energia alguma, só o vazio, a ausência de luz.
Pressão nos faz crescer.
Depressão destrói.
Para não chegar à depressão, aproveite a pressão, pegue o impulso e revele o diamante que você foi criado para ser. (Shmuel Lemle - Sementes de Cabala)

19/09/2016

arte de John William Waterhouse

Ser calmamente ativo e ativamente calmo - um Príncipe da Paz sentado no trono do equilíbrio, governando o reino da atividade - é ser espiritualmente saudável. O excesso de atividade torna a pessoa um autômato, e o excesso de calma a torna preguiçosa e pouco prática. A paz é o prazer da vida; a atividade é a expressão da vida. É necessário um equilíbrio entre a atividade do Ocidente e a tranquilidade do Oriente.  (Paramahansa Yogananda in Paz Interior)

07/09/2016

arte de Craig Kosak

Nossas mentes são como corvos. Apanham tudo o que brilha, não importando o quão desconfortável nossos ninhos se tornem com todo aquele metal dentro deles. (Thomas Merton) 

03/09/2016

arte de Rafal Olbinski

Temos que ter cuidado com os que pregam aos jovens o sucesso como o objetivo principal da vida (…). O valor de um homem deveria ser analisado em função do que dá, e não do que recebe. A função decisiva do ensino é despertar estas forças psicológicas (vontade de contribuir para o mundo) nos jovens. (Albert Einstein)

13/08/2016

arte de Jill Battaglia

Agora faça silêncio.
Deixe que Aquele que criou as palavras fale.
Ele fez a porta.
Ele fez a fechadura.
Ele também fez a chave. (Rumi)

05/06/2016

arte de Amedeo Modigliani
Quando vertes tua energia para auxiliar, tem de haver um resultado, quer possas vê-lo, quer não; se conheces a Lei sabes que deve ser assim. Portanto, deves agir certo por amor ao certo, não pela esperança de recompensa; deves trabalhar por amor ao trabalho, não pela esperança de ver o resultado; deves entregar-te ao serviço do mundo porque o amas e porque não podes deixar de entregar-te a ele. (Krishnamurti)

17/05/2016


Se nos rendêssemos à inteligência da terra poderíamos erguer-nos enraizados, como árvores.  (Rainer Maria Rilke)

09/05/2016

arte de Cândido Portinari
Quando uma criança é pequena… sabe nada, não tem experiência, ela funciona aqui e agora. Por isso as crianças podem aprender mais do que as pessoas mais velhas. Os psicólogos dizem que se uma criança não for forçada a aprender, não for forçada a ser disciplinada, ela pode aprender qualquer língua estrangeira em três meses. Apenas deixe-a com pessoas que sabem a língua e ela vai captá-la em três meses. Mas se você a força a aprender, levará quase três anos, porque quanto mais você força, mais ela começa a funcionar sobre o que ela aprende, através do conhecimento de ontem. Se ela é deixada sozinha ela se movimenta livremente, espontaneamente; o aprendizado vem fácil, sozinho, no seu próprio ritmo. Quando a criança chega aos oito anos ela aprendeu quase 70% do que quer que ela vai aprender na sua vida inteira. Ela pode viver 80 anos, mas aos 8 terá aprendido 70% — ela vai aprender apenas 30% mais, e cada dia sua capacidade de aprender será menor e menor e menor. Quanto mais ela sabe, menos ela aprende. (Osho em A Música Mais Antiga do Universo)

17/04/2016


Wabi sabi é a expressão que os japoneses inventaram para definir a beleza que mora nas coisas imperfeitas e incompletas. O termo é quase que intraduzível. Na verdade, wabi sabi é um jeito de "ver" as coisas através de uma ótica de simplicidade, naturalidade e aceitação da realidade.
Contam que o conceito surgiu por volta do século 15. Um jovem chamado Sen no Rikyu (1522-1591) queria aprender os complicados rituais da Cerimônia do Chá. E foi procurar o grande mestre Takeno Joo. Para testar o rapaz, o mestre mandou que ele varresse o jardim. Rikyu lançou-se ao trabalho feliz. Limpou o jardim até que não restasse nem uma folhinha fora do lugar. Ao terminar, examinou cuidadosamente o que tinha feito: o jardim perfeito, impecável, cada centímetro de areia imaculadamente varrido, cada pedra no lugar, todas as plantas caprichadamente ajeitadas. E então, antes de apresentar o resultado ao mestre Rikyu chacoalhou o tronco de uma cerejeira e fez caírem algumas flores que se espalharam displicentes pelo chão. Mestre Joo, impressionado, admitiu o jovem no seu mosteiro. Rikyu virou um grande Mestre do Chá e desde então é reverenciado como aquele que entendeu a essência do conceito de wabi-sabi: a arte da imperfeição.
O que a historinha de Rikyu tem para nos ensinar é que estes mestres japoneses, com sua sofisticadíssima cultura inspirada nos ensinamentos do taoísmo e do zen budismo, conseguiram perceber que a ação humana sobre o mundo deve ser tão delicada que não impeça a verdadeira natureza das coisas de se revelar. E a natureza das coisas é percorrer seu ciclo de nascimento, deslumbramento e morte. Efêmeras e frágeis. Eles enxergaram a beleza e a elegância que existe em tudo que é tocado pelo carinho do tempo. Um velho bule de chá, musgo cobrindo as pedras do caminho, a toalha amarelada da avó, a cadeira de madeira branqueada de chuva que espreguiça no jardim, uma única rosa solta no vaso, a maçaneta da porta nublada das mãos que deixou entrar e sair.
Wabi sabi é olhar para o mundo com uma certa melancolia de quem sabe que a vida é passageira e, por isso mesmo, bela.
Todas as coisas são impermanentes
Todas as coisas são imperfeitas
Todas as coisas são incompletas

27/03/2016

arte de Christian Schloe

Um coração puro é um coração que não julga. É um coração que não acusa que não compara; que não deseja. Um coração puro, aceita; perdoa. Agradece e ama. Ama de forma desinteressada. Um coração puro é aquele que não se identifica. Ele só observa. O fluxo de vida e de amor não é interrompido. O coração puro se expressa através de uma mente equânime. Assiste as misérias e as alegrias e não se identifica. O coração puro é um símbolo, representa o seu eu mais profundo. O coração puro está além dos dramas de controle, que é o jogo da natureza inferior. (Prem Baba)