23/06/2013


Há duas espécies de ingenuidade: uma que ainda não percebeu todos os problemas e ainda não bateu a todas as portas do conhecimento; e outra, de uma espécie mais elevada, que resulta da filosofia que, tendo olhado dentro de todos os problemas e procurado orientação em todas as esferas do conhecimento, chegou à conclusão de que não podemos explicar nada, mas temos de seguir as convicções cujo valor inerente nos fala de maneira irresistível. (Albert Schweitzer)

Um comentário:

Cristiane Marino disse...

Oi Helen, linda frase, tenho admiração por Albert Schweitzer, foi um ser humano iluminado.
Bjs e ótima semana