31/12/2008


Amanhã, no ventre do tempo, nascerá um novo ano. (Njabulo S. Ndebele – poeta sul-africano)

Nenhum comentário: