01/12/2010

Porque determinada flor é, em primeiro lugar, uma renúncia a todas as outras flores. E, no entanto, só com esta condição é bela. É o que acontece com o objeto da troca. E o insensato, que vem censurar a esta velha o seu bordado, sob o pretexto de que ela poderia ter tecido outra coisa, demonstra com isso que prefere o nada à criação. (Antoine de Saint-Exupéry in Cidadela)


arte de Meredith H. Sonson

Um comentário:

Valquíria Oliveira Calado disse...

A beleza de saber renunciar, saber ser só o que é, se sendo o que sou não agrado, nada faço, torno-me flor e exalo meu amor.

Falei de mim, não porque me pareceu eu,,, então deixo um beijo no teu ♥.